Transformação no formato de atuação do empreendedor brasileiro

Compreender que a transformação digital afeta todos os conceitos econômicos de um negócio, é a primeira base para modificar a sua metodologia empresarial.

As pessoas estão sempre se reinventando, isto é uma característica muito popular de um povo que tem em suas mãos a oportunidade de se modificarem e ajustarem pontos de sua vida, com a versatilidade que só a raça humana é capaz de criar.

Em determinadas épocas de nossas vidas, nós reajustamos o circulo de amigos, realizamos mudanças em nossa aparência, optamos por novos locais para se divertir aos finais de semana, decidimos um novo rumo profissional e tantas outras alterações que, segundo especialistas, fazem bem para a mente humana. Porém, você sabe quem sofre de forma impactante tudo isso? O empreendedor.

Tudo porque, os hábitos de consumo estão totalmente ligados com as tendências de mercado, e consequentemente, com empresas que tendem a oscilar ao longo de toda sua trajetória empresarial, em decorrer dos picos voltados ao comportamento de compra dos clientes, que se altera a medida que algo novo passa a enquadrar o catálogo de opções disponíveis para a aquisição dos consumidores, vinculados pelo fato de que estes, estão num ciclo continuo de novas escolhas em todos os pontos de suas vidas.

E se a variação que tinha motivos embasados pelos hábitos de consumo já era muito significativa para o empreendedor de pequeno e médio porte, agora, em meio a pandemia do novo coronavírus, está variação se transforma no principal fator para tirar o sono daqueles que se veem sem saída para se sobressaírem em meio à crise econômica que o país está adentrando.

Antes de apresentamos qualquer dado, é importante que primeiro você entenda quem é o seu cliente, como ele pensa, como compra e todas as demais informações que possam, de alguma forma, contribuir para a sua estratégia de comunicação e marketing; e para dominar com assertividade tal fator, basta acessar nossa pauta sobre segmentação de mercado.

Uma vez entendido sua segmentação de mercado, a etapa seguinte é desvendar em qual escala de lembrança você encontra-se no mercado, também conhecida como CVP – Ciclo de Vida do Produto, visto que este, também já foi pauta de nossas matérias.

Apenas abrindo um parêntese, se você notar, todos os nossos conteúdos se coligam de alguma forma, para criar uma hierarquia de informações, que de certo modo, te promovam uma cadeia de soluções otimizadas ao seu negócio.

Retomando o assunto, assim que você entende que é o seu cliente e qual sua posição no mercado, fica fácil compreender melhor se a mudança no hábito de consumo de seu cliente pode ser tarefa para te deixar de cabelos em pé, ou então, uma nova chance de se reinventar ou até mesmo reposicionar no setor – olha nossas matérias novamente se conectando.

Oportunidade de renovo empresarial

Mesmo com todos os pontos negativos do COVID-19 – e olha que são inúmeros, as empresas de porte pequeno e médio estão frente a frente com uma oportunidade de modificarem suas metologias de trabalho, visto que agora, com o distanciamento social e muitas empresas de portas fechadas, chegou o momento investir em capacitação.

Entretanto, como realizar investimentos em capacitação se tudo está fechado, é boa parte das pessoas continua trabalhando no modelo home office?

Veja bem, a resposta é bem simples, as pessoas continuam trabalhando, o que se alterou foi a localização das mesma e o jeito de atuar no respectivo trabalho. Acompanhe nossa metodologia explicativa abaixo, e fique por dentro das novas tendências e possibilidades para o seu negócio, vamos lá?

É de conhecimento de todos que a melhor forma de evitar o aumento de casos do novo vírus no país – e em todo mundo, está no distanciamento social, certo? Então, com isto as pessoas precisaram fechar suas portas e deixar de lado o sonho de um negócio bem sucedido, porém, o que ninguém te conta é que para entender melhor os fatores que afetam o seu negócio, é preciso promover um balanço de como de como estava o seu negócio antes e depois de determinada situação, por exemplo:

  1. Quais eram os seus resultados antes do COVID-19?
  2. Como sua empresa se reajustou com os primeiros casos?
  3. E hoje? Como sua metodologia se encontra?

Assim que você identificar todos estes fatores, poderá fazer um balanço, e desvendar se os números de fato, mudaram ou somente constataram pontos que já não estavam bem no seu negócio, e hoje, com todas as circunstâncias em que vivemos, entraram em forte evidência.

Depois de abordar estes itens e responder para você mesmo todas essas perguntas, fica fácil dominar melhor algumas estratégias de comunicação para se destacar em tempos desafiadores, como este que estamos enfrentando, mas lembre-se que uma mente descansada é a melhor oportunidade para os negócios fluírem em qualquer situação, portanto, foque no trabalho, mas não deixe se cuidar, fazendo atividades que gosta com a família (apenas os entes que residem com você, já que estamos em distanciamento social) ou sozinho, curtindo a sua própria companhia.

Continue seguindo uma trilha de objetivos durante o COVID-19

É em meio a uma adversidade que se descobre grandes profissionais, por isso, não permita que todas as circunstâncias que estamos passando, modifiquem sua esperança de dias melhores, afinal, eles viram e acreditamos nós, que estão próximos – tudo é uma questão de perspectiva e positividade.

Por isso, acompanhe alguns itens fundamentais para o bom rendimento de seu negócio em meio as mudanças nos hábitos de consumo de seus clientes:

1. Organização: a mudança vem de nós – e de dentro para fora.   

2. Hábitos: crie modelos de pontos positivos para sua rotina de trabalho.

3. Exercícios físicos: seu corpo é um instrumento de trabalho, cuide dele.

4. Meditação: método para aliviar as tenções do dia a dia.  

5. Relacionamento: o equilíbrio é a base para a boa convivência.  

6. Inspiração: aprenda com as pessoas que te motivam a crescer.

7. Conhecimento: o conhecimento nunca é demais, e pode te levar além, sempre.

8. Percepção: fique atento aos sinais de mudanças e oportunidades.        

9. Execução: crie um controle de soluções para suas tarefas.           

10. Dedicação: nada dá certo do nada, os resultados são consequências de uma atividade bem desenvolvida.

Tecnologia veio para agregar em soluções para o seu negócio

Aposto que quando todas estas questões de distanciamento social, quarentena, COVID-19 surgiram, muitas pessoas ficaram totalmente preocupadas com a situação que estaríamos vivendo dentro de alguns meses, certo?

Mas olha só como estamos nos dias atuais, passou-se mais de 100 dias desde o primeiro caso confirmado do vírus no país, e o brasileiro foi capaz de reinventar outra vez, provando que tudo é possível para aqueles que de fato, desejam mudar e garantir a esperança para o amanhã.

E sabe como isto foi possível? Graças aos meios tecnológicos, que são fundamentais para a real vida de boa parte da população que estuda e trabalha em casa.

A tecnologia e redes sociais como um todo, deixaram de ser somente formatos de entretenimento para se transloucarem a uma nova oportunidade aos negócios, essencialmente o Google, que otimizou ainda mais a vida de seus usuários e internautas de plantão.

O que fica de aprendizado quando tudo isso passar?

Um estudo promovido pela Sociedade Brasileiro de Varejo e Consumo – SBVC, apontou que os brasileiros de fato passaram a comprar com mais frequência em formatos online.

Segundo o levantamento realizado com mil entrevistados, 61% dos clientes que compraram online em meio a pandemia, aumentaram o volume de pedidos por conta do isolamento social, além disso, em 46% dos casos, o aumento foi superior a 50%.

O destaque para as compras ficou para a rede de alimentos e bebidas para o consumo imediato, que dispararam em 79%.

Nada será como antes, e isto é uma realidade. Mas o que fica para você empreendedor é sem dúvida a oportunidade de criar estratégias e métodos de estudo assertivos para o seu negócio, entendendo que a tecnologia pode ser uma ótima solução em tempos que exigem medidas extremas.

Além disso, as redes sociais que antes já eram utilizadas pelos mais visionários como fonte de divulgação empresarial, passaram a ganhar novas estrelas de destaque, visto que o Facebook, Instagram e WhatsApp passaram a ser os queridinhos do micro, pequeno e médio empreendedor.

Conquiste a primeira página