O que é publicidade nativa?

Alternativa para a publicidade comum, esse recurso vem ganhando espaço na web

 

Novas estratégias de Marketing Digital surgem constantemente. Algumas delas têm potencial para manterem-se no topo dos recursos mais usados em campanhas de publicidade digital, outras são tendências momentâneas. Uma estratégia que veio para ficar é a publicidade nativa.

O native advertising, traduzido como publicidade nativa no Brasil, é uma alternativa diante da publicidade comum. Ela substitui pop ups, anúncios e banners por conteúdo. Esse conteúdo, além de ser atraente para o internauta, precisa ter uma indicação de que seja comercial, como os publieditoriais, que são destacados em um quadro.

O que torna uma publicidade nativa interessante é a fuga da ideia de propaganda gratuita. O consumidor enxerga a interação promovida pela publicidade nativa como um convite ao seu intelecto.

A publicidade nativa pode ocorrer em sites, redes sociais, blogs e outros meios. Sempre é composta de conteúdo inédito, mas usa os padrões do local onde será veiculada.

Sempre manterá o layout do site ou da rede social, para entrar junto com as demais publicações, apenas identificada discretamente como conteúdo publicitário.

Cada um dos canais – Facebook, Instagram, Twitter e outros – tem seu regulamento que determina como são feitas e destacadas essas postagens publicitárias.

 

O consumidor é seleto

Cada vez mais os consumidores tornam-se seletos em relação ao que querem ler ou ver. Por causa disso, banners e publicidades simples podem eventualmente ser ignoradas, já que o leitor prestará atenção ao conteúdo intelectual que realmente o atrai e não a esses detalhes colocados ao redor.

É por causa disso que muitas empresas estão mudando suas estratégias para incluir a publicidade nativa e outras formas de divulgação, como a otimização de sites, que coloca o produto ou a marca do cliente em posição de destaque em sites de busca (se quiser mais informações sobre SEO e otimização de alta perfomance para sites, veja os serviços da Blob Web no site www.blob.com.br).

Em um mundo em que a informação está cada vez mais rápida e vasta, nem todo mundo está preocupado com a fonte do conteúdo que for oferecido, desde que o tema seja relevante e a escrita agradável. Com isso, é possível criar bons conteúdos de publicidade nativa mesmo sem ser um grande portal de notícias ou ter fontes irrefutáveis.

 

Não é marketing de conteúdo!

Algumas pessoas confundem a publicidade nativa com o famoso marketing de conteúdo. Embora haja semelhanças, como a necessidade de produção de um conteúdo interessante e bem escrito e a possibilidade de usar recursos sofisticados tanto de construção de texto quando acréscimos visuais, essas duas formas de MKT digital são distintas.

A principal diferença é que a publicidade nativa visa entrar em contato com o usuário da rede social ou do site, pegando carona na audiência existente. Já o MKT de conteúdo, tem como objetivo construir uma audiência própria, assim como um relacionamento com o leitor.

A diferença fundamental é que com o marketing de conteúdo, o conteúdo tem valor em si mesmo independente do canal, enquanto na publicidade nativa, além do patrocínio e de procurar o público, existe um objetivo maior de venda direta.

 

Fique antenado

Quer saber mais sobre publicidade nativa e outros temas interessantes de marketing digital? Continue acessando o site www.blob.com.br. Conheça, ainda, o trabalho da Blob Web com otimização de sites.