Entendendo tamanho de mercado para empreender

O mundo dos negócios é complexo, por isto, é fundamental entender todas as suas diretrizes para percorrer por sólidos caminhos rumo a prosperidade

Para trilhar rumos seguros durante o empreendedorismo com a absoluta certeza de bons resultados, a melhor informação e conselho que podemos compartilhar é não empreender! A dica é bem dura, mas é preciso estar de olhos bem abertos para entrar nesta jornada, visto que, desafios são diários, assim como incertezas, mas existe uma forma muito eficiente de estar em equilíbrio com tudo isto, e assim, seguir em direção a um continuo crescimento empresarial.

Conquistar destaque nos negócios e converter isto em vendas demanda inovação ao definir suas estratégias, mas antes de começar a definir diferentes técnicas e estratégias para crescer no mercado, precisamos entender alguns pontos fundamentais.

O grande erro de quem começa a empreender é sair mirando para todos os lados acreditando que empreender é só o ato da venda, mas na realidade, a venda é a etapa final de um negócio, por trás de um envio de produto ao consumidor, existe um mundo gigantesco de atitudes.

Um mercado é constituído a partir de duas possibilidades principais: business to business (B2B) ou business to consumer (B2C). O modelo de negócio B2B é responsável por empresas que atuam em conexão a outras empresas, ou seja, vender um insumo para determinada marca que, a partir disto, vai desenvolver um produto/serviço específico ao consumidor final. Em contrapartida a isto, os negócios B2C são voltados a negócios gerais como varejo, que tem a função de sanar uma necessidade do cliente. É capaz de identificar se sua empresa é B2B ou B2C?

Quem começa um negócio tende a querer pôr a mão na massa e ver tudo acontecer com agilidade, mas a realidade é que não se pode colocar a prática na frente da teoria, a tendência é que os resultados sejam pouco agradáveis ou que a plena satisfação, é crucial entender seu cenário e mercado, e com isto, traçar um destino para os negócios.

Definindo público-alvo e objetivo de mercado

Reconhecer quem é seu principal consumidor é uma forma bem prática para que a empresa saiba como lidar com este perfil de cliente, ou seja, a partir disto se faz uma persuasão, trabalhando exatamente sobre a comunicação que desperta algo que já apresentamos em nosso blog, classificado como modelo AIDA – Atenção | Interesse | Desejo | Ação.

Quando falamos em negócios, saber o que fazer – sobretudo, como fazer de fato, é o principal segredo para seguir evoluindo e se destacando da concorrência, por isto que definir o seu objetivo de mercado é tão relevante, sabendo o que você quer no futuro, fica muito mais fácil de descobrir como fazer no presente.

Um bom objetivo de mercado é aquele que verdadeiramente pode ser adquirido a partir das suas ações no agora, portanto existe duas possibilidades:

1 – Traçar objetivos mediante o que você já faz.          
2 – Identificar algo grandioso no futuro e mudar as atitudes do hoje.

Aplicando a segmentação para os negócios

Entender o tamanho do seu mercado sem aplicar as técnicas que já listamos é como fazer algo baseado no achismo, e honestamente, este conceito não gera bons resultados ao seu negócio. Uma possibilidade para compreender afundo o seu negócio é entendendo as segmentações bases:

Segmentação Demográfica: técnica aplicada para entender características como sexo, renda, estado civil, grau de escolaridade e tudo que engloba o universo do cliente, com isto, fica muito mais fácil saber de que forma você vai gerar valor ao seu potencial cliente.

Segmentação Geográfica: como o próprio nome diz, a segmentação é baseada na divisão geográfica, ou seja, considerando a cidade, pais, estado, continente e até mesmo, questões climáticas.

Segmentação Psicográfica: aqui se encontra uma das grandes oportunidades a empreendedores que desejam entender melhor seu público, visto que nesta fase, são identificados o estilo de vida, como pessoas que possuem hábitos de leitura diária, gostam de fazer caminhada no horário da manhã e outros.      

Segmentação Comportamental: o comportamento na hora de adquirir algo é o fator para reconhecer a consistência/frequência do consumo de um produto ou serviço. Ao saber o comportamento, a empresa passa a reconhecer chances para conquistar ainda mais este cliente.

E tudo isto é baseado em seu objetivo de mercado, classificação do público-alvo, segmentação e demais pilares para transmitir credibilidade de mercado. 

Conceito TAM, SAM e SOM

Todas as informações que compartilhamos até aqui, são interessantes para que você saiba como está o seu mercado e a partir disto, comece a definir quais as estratégias para gerar vendas. Para fazer isto, podemos aplicar o conceito TAM, SAM e SOM, que propriamente ditos, são usados para mensurar qual o tamanho do seu mercado.

As siglas TAM, SAM e SOM vão representar os subconjuntos do mercado, e por meio destas, os profissionais tem a praticidade de entender qual será a possível demanda para seus serviços/produtos – este é o conceito!

TAM – Total Available Marketing (no português, Mercado Total Disponível) cita a demanda total que o mercado possui para um produto/serviço, abrindo apenas um parêntese, aqui não quer dizer que estamos falando do mercado inteiro (neste caso, de todo o valor que o ramo atingiu em um específico período – visto que isto, se chama Market Size), e sim do total que está disponível para você, ok?

SAM – Serviceable Available Market, que ao ser traduzido ao português significa Mercado Útil Disponível, em resumo é o espaço que seu negócio tem potencial para conquistar, ou seja, baseado em seu TAM, é possível identificar qual será o seu espaço disponível, trabalhando em cima disto em direção ao crescimento dos negócios.

SOM – Serviceable Obtainable Market, que no português se traduz para Mercado Útil Alcançável, sendo a parte que você e seus colaboradores são capazes de ter acesso em seu mercado, ou seja, conquistar, a partir de uma previsão verdadeira para aquisição.

Tamanho do mercado gera mensuração de resultados

Por meio deste conceito acima, fica fácil entender as diferentes vertentes de um mercado como um todo, sendo indispensável a sua análise para visualizar quais são os parâmetros alcançáveis para seu negócio, afinal, já tentou encontrar algo com a luz apagada? Para os negócios a sensação é bem similar, sem saber para qual direção seguir, fica fácil se desviar com situações que não vão agregar para a prosperidade em seu segmento.

Uma vez identificando qual seu tamanho de mercado, ou seja, qual é a sua fatia no empreendedorismo, é nitidamente mais eficiente identificar e mensurar quais os possíveis resultados que o negócio tende a conquistar a partir de determinada ação traçada em seu negócio – afinal, tudo é planejamento, ok?

O tamanho de mercado é o grande ponto de partida para conquistar o melhor do empreendedorismo, com a certeza de que os resultados estimados podem e vão ser atingidos, basta aplicar as técnicas corretas e seguir inovando. Logo, ao falarmos de tamanho de mercado vamos desenvolver ao máximo informações em estratégias empresariais.

Qual o cenário dos negócios para o futuro

Depois de tudo que já compartilhamos, neste momento, é interessante entender com profundidade sobre o cenário do seu mercado, as variáveis, estimativas para o futuro e o que pode acrescentar em credibilidade para sua marca.

O tamanho de mercado só faz sentido ser identificado se houve uma boa técnica para converter os potenciais clientes e possibilidades em vantagens no final do mês para seu setor de atuação.

Durante a compra, o consumidor transita por cinco etapas que antecedem a ação efetiva de aquisição, sendo:

1. Reconhecimento do problema
2. Busca de informações
3. Avaliação das alternativas
4. Decisão de compra
5. Comportamento após a sua compra

As etapas vão despertando sensações e diversas emoções no consumidor até que ele conclua a compra de um produto/serviço, uma vez entendendo qual é o seu tamanho de mercado, quem é seu público-alvo (lembrando que, é muito mais interessante definir o seu potencial cliente e trabalhar em cima disto, do que ir buscando agradar todos os perfis de consumidores), objetivo de mercado e ainda aplicando uma boa segmentação, os resultados são mensuráveis e previsíveis.

Para o futuro, as possibilidades são intensas – assim como os desafios, por isto é tão relevante estar preparado para o novo, entendendo as características por trás da comunicação.

Comunicação digital integra visibilidade aos negócios

Entre as muitas bases do empreendedorismo, a comunicação é aquele popular empurrãozinho com incentivos de vendas que aplicamos para que o cliente que já está engajado, venha, efetivamente a fazer parte do quadro de consumidores em uma instituição, todavia, existem tantas opções de comunicação no digital, que muitas vezes ficamos sem saber para qual direção seguir. Todavia, existe uma forma bem prática de identificar qual o melhor caminho para seguir, quer ver?

Quando falamos em entretenimento, qual a primeira solução que você encontra a partir do digital? É bem provável que sua resposta foram os aplicativos voltados a comunicação e integração com pessoas de todo o mundo – ou seja, as redes sociais que tanto amamos.

Agora, quando falamos em sanar dúvidas, encontrar informações sobre algo, qual é o meio que você mais utiliza? Certamente, o Google! A partir do buscador, encontramos as mais diferentes soluções, mas como apreciamos ter acesso ao melhor, classificamos automaticamente as empresas que estão na 1ª página do Google como as melhores, acertei novamente? É fato, a primeira página transmite credibilidade para uma marca, por isto que os empreendedores almejam tanto estar em destaque no Google, e é justamente por isto que, após aplicar tudo isto que citamos ao longo deste conteúdo, você vai entrar em contato com nossos especialistas e descobrir como a Blob te ajuda nesta busca de primeira página do Google com a TPI, uma ferramenta sem custo por clique e com resultados em contrato.

Conquiste a primeira página