Conteúdo original garante credibilidade ao seu site e sastifação do usuário

O Google Panda além de detectar sites duvidosos, também ajuda na otimização.

Você conhece o Google Panda?

O Google Panda é um algoritmo que foi desenvolvido para descobrir sites com conteúdos de baixa qualidade e de intenções duvidosas. E isso impactou o ranqueamento de diversos sites por possuir conteúdo de péssima qualidade.

O Google Panda é responsável por mostrar a visão do cliente, fazendo com que vários sites busquem a otimização, com conteúdos de qualidade, originais e relevantes para os internautas. As questões mais visadas pelo Google Panda são: Qualidade, confiabilidade, quantidade e credibilidade. Também tem as questões métricas mais importantes que são: A quantidade de visitas no site, o tempo de visita e as rejeições.

Além disto, é preciso se preocupar com outros quesitos como: A experiência do usuário no site, se os internautas estão se identificando com a sua marca e se o site está estimulando a navegação dos usuários. Em primeiro plano você deve ter o seu conteúdo, e em segundo você deve pensar na sastifação do internauta.

Como funciona o Google Panda?

O Google não revela as funcionalidades desse algoritmo para evitar que burlem o mesmo, mas aparentemente o Google Panda avalia os sites dando pontuação negativa para aqueles que possuem conteúdo de baixa qualidade. Os quesitos mais apontados pelo algoritmo são credibilidade, qualidade, quantidade e confiabilidade. As métricas mais relevantes são as páginas/vista, o tempo de visita e taxa de rejeição pelos usuários.

Quais a vantagens do Google Panda?

O Google Panda pode ser muito benéfico para aqueles que se preocupam com a otimização do site e produzem conteúdo original e relevante para seus usuários, e os sites considerados de qualidade serão recompensados.  Ele também pode ser visto como um avaliador de qualidade, pois prioriza as páginas com conteúdo de boa qualidade, organizando melhor as os resultados apresentados pelo Google.

O que o Google Panda rejeita?

Esse algoritmo não aceita sites que utilizam qualquer forma de black hat, aqueles que duplicam conteúdo, páginas com conteúdo fraco e de baixa qualidade, sites que apresentam conteúdo de fontes consideradas de pouca confiança, plataformas que são bloqueados pelos próprios usuários e páginas com muitos anúncios principalmente por publicidade paga e não conteúdo original. 

É importante entender que o Google Panda dá prioridade para o usuário, dessa forma ele preza pela qualidade e confiança nos resultados apresentados. É preciso otimizar pensando sempre no usuário, por isso é fundamental seguir sempre as Diretrizes de Qualidade do Google.

10 Dicas para Vender Mais