Buyer persona X Brand persona: você sabe a diferença entre os dois?

Segmentação e posicionamento que podem melhorar o plano de marketing das empresas

Se você está começando a estabelecer metas para definir o tipo de marketing do seu negócio, deve ter se deparado com esses termos: Buyer Persona e Brand Persona, que de uma forma resumida, nada mais é do que o relacionamento entre clientes e marca.

 

Para entender ainda mais, no post de hoje, explicaremos as diferenças entre os dois e as vantagens de usar cada um para o crescimento da sua marca.

 

Buyer Persona – segmentação

 

Modelos de clientes reais que ajudam profissionais de marketing a elaborar estratégias para promover seus produtos e serviços. Um buyer persona é criado depois de uma série de entrevistas feitas com potenciais clientes, para descobrir de forma mais detalhada o seu perfil comportamental, atribuindo um nome fictício, descrição das necessidades, desejos e interesses.

 

Esse tipo de persona é utilizada para atender as expectativas que os clientes possam vir a ter em relação ao seu trabalho. Ideal para entender melhor o público-alvo e assim fazer todas as melhorias necessárias no atendimento, produtos e serviços.

 

Foco no consumidor durante o projeto, engajamento e conscientização da equipe de trabalho, insights de melhorias, criação de diferentes estratégias para impactar diferentes personas, agilidade nas tomadas de decisões, linguagem mais apropriada, maior facilidade para entender as expectativas do consumidor e maior empatia do público, são algumas das vantagens do buyer persona.

 

O buyer persona é útil para a produção de conteúdo, decisão de funcionalidades no desenvolvimento de sistemas, avaliação da usabilidade de aplicativos e sites, disparos de e-mail marketing personalizados, formulação ou reformulação de projetos, atendimento personalizado e de qualidade e planejamentos de ações de comunicação.

 

Lembrando que para a criação do buyer persona certo você precisa pesquisar a representação mais fiel dos clientes da empresa, com perguntas essenciais que guiarão toda a equipe: nome completo, profissão, formação, dados demográficos, o que gosta de fazer, entre outras.

 

Brand Persona – posicionamento

 

Personificação da marca da empresa, definição de posicionamento, objetivos, tom de voz e interação com o público, tornando o relacionamento mais natural e humanizado. E também a definição de como a marca vai se posicionar e se comunicar, através das redes sociais.

 

A construção de uma brand persona começa através da definição clara da identidade da marca, construída com a análise da história da empresa, propósitos, valores, produtos, serviços e público-alvo. Definido isso, passamos para a decisão de comportamento e linguagem, e isso pode ser feito de várias formas:

 

  • Há marcas que criam um verdadeiro alter ego, como é o caso da Magazine Luiza. A Lu, é uma persona baseada na fundadora da rede, Luiza Trajano, que possui um diálogo doce, educado e paciente para responder todas as dúvidas e comentários nas redes sociais.

 

  • Há também empresas que contam apenas com um tipo de linguagem, sem um alter ego em si. Esse é o caso da Netflix, que possui uma personalidade ousada, sem preconceitos, engraçada e divertida, tentando combinar com o tom de suas séries e do seu serviço.

 

E lembrando que para a criação da brand persona certa você precisa pesquisar a atuação mais fiel do seu negócio: sobre o que a marca fala? Qual a idade do perfil? Masculino ou feminino? Palavras-chave (principais termos utilizados), vocabulário (gírias, tom mais formal, termos técnicos), em que pessoa falar (primeira, terceira), referências, entre outros.

 

Entenda quem é o seu público e os engaje com produtos/serviços diferenciados, estando também na primeira página dos maiores buscadores online, com a TPI (Tecnologia de Posicionamento Inteligente) da empresa Blob Web, que proporciona para o site dos clientes visibilidade efetiva na primeira página do Google, de forma orgânica e totalmente eficaz. Entre em contato e saiba mais sobre essa tecnologia inovadora, altamente qualificada e exclusiva.

 

10 Dicas para Vender Mais