À espera de um milagre!

Artigo por Henriane Morelli – HRI Social Mídia

Engana-se quem pensa que trabalhar com redes sociais é uma tarefa simples, de rápido retorno e praticamente sem custo.

Muitos acham que basta fazer um conteúdo atraente e pronto você vai fazer sucesso nas redes.

As redes sociais são plataformas abertas e por serem assim, todos estão na jogada: eu, você, seus concorrentes, seus amigos, ou seja, todos lutando por microssegundos de atenção. Além disso, todos os dias surge uma nova rede, uma nova forma de fazer posts, novas regras de compra de patrocinados ou um novo recurso.

Para dificultar ainda mais, os usuários estão cada vez mais dispersos, sendo raro encontrá-los em apenas um canal.

E então, fica a dúvida: por onde começar, como conquistar presença digital com tantos canais, recursos e uma concorrência altíssima?

A resposta é simples: com planejamento! E como todo bom planejamento, é necessário tempo, paciência, conhecimento e o mais importante: parceria.

A agência não consegue atuar sozinha. Planejamento é o resultado da convicção do cliente, no planejamento e de sua expertise, aliados a competências técnicas e protocolos proprietários do fornecedor.

Ficou difícil? Calma, eu explico.

Ficou claro a importância de se planejar antes de executar? Quando você ficar em dúvida se entendeu direito, basta pensar. Se fosse tão fácil assim, bastaria uma empresa de cosméticos copiar o que uma empresa de devices eletrônicos faz. Imagina se um copiasse a estratégia do outro, que bagunça seria na cabeça do consumidor?

Como tudo na vida, não existe milagre, nem atalho. Todo bom planejamento tem muitos investimentos em ferramentas, equipe multidisciplinar, estrategistas e muitas reuniões e leituras de estudos.

É um dos investimentos mais importantes para quem quer ter sucesso nas redes sociais. Sem ele, fica praticamente impossível ser assertivo. Seria como ter dois jogadores de boliche um sem experiência, com olhos vendados e fone de ouvidos e várias pessoas falando o que ele deve fazer e o outro craque do jogo, sem os olhos vendados e focado no que deve ser feito.

Um erro muito comum é acreditar que o caminho é seguir as tendências online ou investir na solução mais barata, aliás é melhor fazer algo do que não fazer nada. Será?

Da mesma maneira, investir em ações desnecessárias pode ser um desperdício de dinheiro e tempo da empresa, e a sensação final pode ser de estar dando “murro em ponta de faca”.

É para isso que existe o plano de comunicação. Ele funciona como um mapa: orienta as ações, planeja os recursos de maneira eficaz e permite um olhar analítico para o que já é feito.

Você deve estar se perguntando, quais são as entregas de um plano de comunicação para redes sociais? Bem, vou resumir em itens para ficar fácil de se entender. Mas é uma resposta generalista, ok?

Basicamente um plano define:

1 – Objetivos e Indicadores de Performance

2 – Público-alvo e como ele se comporta nas redes sociais, quais canais, frequência etc.  Neste item, a nossa agência cria um buyer persona, que é o descritivo do cliente ideal para o negócio. 

3– Estudo e definição da frequência de publicações. A constância nas postagens é fundamental para manter os usuários engajados.

4– Estudo e definição dos editoriais, conteúdo, tom de voz, cronograma de postagens e o Brand Persona da Marca.

5– Estudo e definição da identidade dos editoriais.

6 – Definição das hashtags (#)

E aí? Consegui deixar um pouco mais claro a importância do plano estratégico?

Hoje em dia a rede social não é mais uma escolha. Estar nas redes sociais é obrigação de todas as marcas, e por isso, é vital entender como seus esforços devem ser direcionados.

Anota aí as nossas dicas que valem ouro:

1 – Fuja de fornecedores que não comtemplam o planejamento em seus orçamentos.

2 – Invista seu tempo no preenchimento do briefing e nas reuniões iniciais com a agência. Lembre-se você é o expert no assunto a agência só vai traduzir as suas palavras e estratégias de comunicação.

3 – Se você investiu em um planejamento, acredite nele. Claro, você teve se sentir confortável e aprovar a apresentação desse plano. O que estou dizendo é, não troque o plano da agência na execução dele. Já vi muitos clientes, investirem caro e depois executarem pelas regras do arte-finalista ou do estagiário que mal entende o algoritmo das mídias sociais.

Você, ainda tem dúvidas sobre a importância do planejamento nas redes sociais para sua empresa? Deixe seu contato que nós vamos ajudar você a tomar a melhor decisão estratégica para o negócio!

Captcha obrigatório
Parabéns pela escolha de estar na 1ª página! Em breve nossa equipe entrará em contato.