“A ABRADI-SP cresce e ajuda seus associados a crescer cada vez mais”, diz novo diretor de negócios

Ex-presidente da entidade assume novo posto e explica como entidade beneficia a cadeia produtiva da comunicação em todas as suas pontas

Em nossa sequência de matérias com a ABRADI-SP, conversamos Daltro Martins, último presidente da antiga gestão e novo Diretor de Negócios da entidade, que tem, como foco principal, unir forças com agências do estado para promover networking e novas oportunidades.

Daltro é um dos empresários fundadores da Associação, ajudando em sua formação desde 2004, quando sua então agência, a AG2, se tornou uma das primeiras associadas na época. “E a partir de 2010 que participo ativamente da entidade como diretor, em gestões passadas fui vice-presidente e presidente, e é gratificante ver a evolução da entidade ao longo dos anos”, contou.

Como força principal de trabalho, a ABRADI-SP se tornou essencial na junção entre startups, agências que estavam começando e grandes players, trazendo experiência, conhecimento de mercado e apoio institucional. “A entidade, por sua identidade, traz um networking de mercado importante para que agências e agentes digitais possam enriquecer seu trabalho e expandir seus negócios”, pontuou.

Daltro revela que o seu maior desafio é continuar fazendo a entidade crescer, angariar novos associados para o mercado e melhorar a sua representatividade nas esferas público e privada. “A associação une forças, visto que muitas agências estão no meio termo e precisam de networking, conhecimento de mercado, apoio institucional e governamental. O papel da ABRADI é apoiar as agências e os agentes digitais nesse processo de crescimento e conectar expertises e profissionais, especialmente nesse período”, falou.

Como um divisor de água, a atual situação do COVID-19, trouxe a transformação digital de forma mais rápida, trazendo o mercado digital como válvula de escape para a crise. “A entidade tem trabalhado para apoiar os agentes digitais e o mercado. Começamos a trabalhar com o parceiro do cliente, ensinando-o a trabalhar neste mercado remoto, mostrando que pode ser tão bom quanto o presencial”, explica Martins.

Mesmo com a situação do novo coronavírus, o Diretor de Negócios planeja diversos projetos para a associação. “Temos a certificação dos agentes digitais com a nova lei de dados, que deveria entrar esse ano no mercado, mas devido aos problemas que enfrentamos, deva entrar no início de 2021. Temos também trabalhado em editais públicos para qualificar o mercado com concorrências mais juntas”, finaliza.

Conquiste a primeira página